386 PASSOS ALÉM

386 STEPS BEYOND

Video [HD 16:9 - 6' 58'' - Stereo - Color - 2 Channels]. Border between Espírito Santo and Rio de Janeiro, Brazil, 2014.

'386 Passos Além' is a video created within an Eucalyptus plantation, located on the border between the states of Espírito Santo and Rio de Janeiro. A monochromatic landscape with thin, vertical stems arranged side by side, stretching from the ground to the sky, reaching over 55 meters in height. A structure commonly found in monoculture plantations, which easily reminds us of the 'Skyscrapers' of urban centers. When I noticed the interesting composition of the pendulum movement of the trees created by the strong wind, and the shadows that formed overlapping lines on other lines, creating a confusion of perspectives, I decided to work with the minimal gesture: coming and going only counting my steps. In a way, there was a desire to blend in this landscape, transforming my body into a slender stem that, together with the others, danced slowly along straight lines. An action of edge, of border, of demarcation between the perception of being a human body among numerous tree bodies.

'386 Passos Além' é um vídeo criado dentro de uma plantação de Eucaliptos, localizada na divisa entre os estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro. Uma paisagem monocromática de caules finos e verticais dispostos lado-a-lado, que se alongam do chão até o céu, podendo atingir mais de 55 metros de altura. Uma estrutura comumente encontrada em plantações de monocultura, que facilmente nos lembra os ‘Arranha-Céus' dos centros urbanos. Ao perceber a interessante composição do movimento pendular das árvores criado pelo vento forte, e as sombras que formavam sobreposições de linhas sobre outras linhas, criando uma confusão de perspectivas, eu resolvi trabalhar com o gesto mínimo: ir e vir somente contando os meus passos. De certa forma, havia o desejo de me matizar nesta paisagem, transformando o meu corpo num caule esguio que junto aos outros, dançava devagar pelas linhas retas. Uma ação de borda, de fronteira, de demarcação entre a percepção de ser um corpo-humano entre numerosos corpos-árvores.

  • Vimeo
  • Facebook
  • Instagram

© 2020 Rubiane Maia