WHERE EVERYONE SEES

ONDE QUALQUER UM VÊ

Performance [2 hours]. Exhibition 'Ongoing' at Embassy of Brazil and Elefante Centro Cultural , London, England, UK, 2016. 

Photograph by Marcia Thompson.

Essa performance surgiu durante a estadia de um mês em Londres, em agosto de 2016, cidade onde acumulei diversos encontros noturnos com raposas, aos quais, a rapidez e o acaso não os fizeram menos intensos. Entre nós, sempre uma enérgica troca de olhares que fazia com que o meu fôlego fosse sendo roubado a cada novo encontro. Assim, percebi que ao observar uma raposa, também estava sendo profundamente observada. Em 'Where everyone Sees,' permaneço por um par de horas na posição de quatro patas, dentro de uma jaula, a observar profundamente uma raposa empalhada que está posicionada a minha frente, do lado de fora. Ao mesmo tempo, realizo uma série de micro-movimentos que me aproximam de uma postura animal.

 

'Where everyone sees' is a performance art born after the artist Rubiane Maia was impressed by the presence of the fox noticed during some nocturne walks. Even these fortuity encounters with the sudden movements of the fox were intense enough to make the artist realize the presence of the animal, and somehow, even to think that they were exchanging looks. A fox is a symbol of astuteness and the animal is known by its ability to observe, so the artist believes that when we are looking at it, the fox knows it is been looked by us.

  • Vimeo
  • Facebook
  • Instagram

© 2020 Rubiane Maia