THERE IS A VOICE THAT SAYS, SHUT UP. SHUT UP, ALL OF YOU WHO ARE STANDING AT THE EDGE OF THE ABYSS

Book-Performance, Chapter II

HÁ UMA VOZ QUE DIZ, CALA-TE. CALEM-SE TODOS VOCÊS QUE ESTÃO À BEIRA DO ABISMO
Livro-Performance, Capítulo II [2 hours]. Flexões Performáticas at Centro Cultural Banco do Brasil, SP, Brazil, 2018.
Reading Performed by Horrana de Kássia [BR].

Video Still.

During 2 hours I sanded a solid wooden board vertically with the same height of my body - 1.80 m.

"I intentionally let my skin peel, and become hard, dry, and rough like a reptile’s skin. A reptile with sharp teeth. I’m grounded. I haven’t. I haven’t fallen off the cliff yet. My rage has saved me, and I’ll repeat this sentence whenever necessary. Rage, Rage, Rage. A powerful word"

Durante duas horas, eu lixei uma tábua de madeira maciça com a mesma altura de comprimento que o meu corpo - 1.80 m.

"Estou deixando a minha pele escamar propositalmente, se tornar dura, seca, áspera como a de um réptil. Ser um réptil com dentes bem afiados. Estou ancorada. Não despenquei do abismo, ainda. A minha fúria me salvou, e vou repetir essa sentença sempre que for necessário. Fúria. Fúria. Fúria. Uma palavra poderosa."